Livecoins

Contratos futuros de Bitcoin deixarão de ser listados pela CBOE

Futuros de Bitcoin não deverão ser negociados através da CBOE. Em um comunicado à imprensa, a empresa reavaliou seu lançamento no mercado e deverá interromper as operações. Dessa forma, a Chicago Board Options Exchange (CBOE) deixará de operar contratos envolvendo a criptomoeda.

O mercado aguardava pela popularização de contratos futuros de Bitcoin. Com a abertura de mercados oferecendo contratos atrelados à criptomoeda, esperava-se que a CBOE tivesse maior expressividade em seus negócios. Porém, foi a falta de volume de negociações um dos motivos que fizeram a instituição reavaliar sua posição no mercado em relação aos ativos digitais.

Contratos Futuros de Bitcoin serão operados até junho de 2019

O comunicado foi realizado pela CBOE nesta quinta-feira (14). As negociações envolvendo contratos futuros de Bitcoin aconteciam através da CBOE Contract Futures (CFE), a exchange criada pela CBOE. Foi em dezembro de 2017 que a empresa lançou esse tipo de negociação, inaugurando assim o mercado de futuros de Bitcoin.

De acordo com a CBOE, o volume de futuros de Bitcoin caíram 80% desde o início de 2018. Sendo assim, a empresa decidiu pela inviabilidade dos negócios envolvendo a criptomoeda. A empresa orientou que os contratos serão ainda executados pela bolsa até junho de 2019. Nesta data vence o último contrato futuro de Bitcoin ainda vigente na CBOE.

Empresa deverá transferir mercado de futuros para concorrente

No mesmo período que a CBOE inaugura o mercado de futuros de Bitcoin, outra empresa fazia o mesmo. O Chicago Mercantile Exchange (CME) também começou a comercializar futuros de Bitcoin há pouco mais de um ano, representando concorrência para os negócios da CBOE envolvendo a criptomoeda.

Enquanto a CBOE cancela seu mercado de futuros de Bitcoin, a (CME) deverá manter suas operações, já que a empresa bateu recordes recentemente envolvendo contratos inteligentes e o Bitcoin, com mais de 18.300 contratos negociados em apenas um dia. Desse modo, a CBOE estuda transferir o mercado para sua concorrente, sem afetar as negociações da empresa.

Saiba mais em Contratos futuros de Bitcoin deixarão de ser listados pela CBOE