Samy Dana diz que preço do bitcoin é em dólar e ignora recorde em real

O ex-comentarista de economia da Rede Globo Samy Dana voltou a falar sobre bitcoin em sua conta no Twitter. Em silêncio desde as recentes altas da moeda, voltou a criticá-la na noite de quarta-feira (29):

“O BTC tem seu preço em dólar, não confunda valorização do dólar com valorização do BTC. Além disso, é fundamental ver o risco de um ativo antes de sair falando”.

Em seguida, ele usa um recorte que favorece o seu argumento de fevereiro de 2018, quando disse que o ativo era uma bolha.

4/12/2016 BTC = US$ 15.455,40
4/12/2016 SP500= 2.651
28/10/2020 BTC = US$ 13.187,34
28/10/2020 SP500= 3271

O ponto principal é que usando S&P 500, um índice composto por quinhentos ativos cotados nas bolsas de NYSE ou NASDAQ, há um ganho evidente do índice sobre a criptomoeda.

Como se corrigiu em uma mensagem posterior, ele estava se referindo aos valores de 2017. Curiosamente, em dezembro de 2016 o bitcoin estava valendo cerca dos US$ 700.

De qualquer maneira, o ponto era mostrar que, apesar do recorde de preço em real, o bitcoin está 34% abaixo do topo histórico em dólar.

Pela escolha do intervalo, o economista procurou mostrar que o risco do bitcoin é muito mais elevado e o retorno muito inferior à S&P500.

Respostas do mercado

Fabrício Tota, diretor da corretora Mercado Bitcoin, entrou no debate rapidamente e trocou algumas mensagens com Dana.

“Na vdd não tem preço “oficial”. BTC é cotado em USD nos EUA, em BRL no Brasil, em EUR na Europa e por aí vai. Pode comparar com S&P, é justo. Mas comparar com IBOV (a realidade para o investidor brasileiro) tb é razoável”, escreveu.

Ele então expôs a conta com o cálculo em reais, usando o índice Bovespa.

BTC em reais 4/12/2017 :42.600
IBOV em 4/12/2017 :73.090
BTC em reais 28/10/2020 76.202 +79%
IBOV em 28/10/2020 95.368 +30%

Por fim, Dana insistiu o que vinha defendendo: “Ativo internacional segue preços em dólares”.

Ao que o executivo do Mercado Bitcoin respondeu:

“Compara com IBOV em dólares então… Minha visão é que vale muito mais comparar com o que o investidor tem de opção, é esse o tradeoff. Falar em S&P para o investidor BR faz pouco sentido. Mas entendo seu ponto (apesar de discordar)”.

Samy Dana e Bitcoin

Dana tem um longo histórico de provocações em relação ao bitcoin. Em março, ele compartilhou um vídeo de Fernando Ulrich e classificou como “terraplanismo econômico“. Na mesma época, com a queda de 24% da criptomoeda em um dia, ele comentou: “Não era moeda forte?”.

Em janeiro, durante um programa do Invest News o economista explicou porque, na sua visão, o bitcoin não funciona como um meio de troca.

“Vai pagar um sorvete com bitcoin, um táxi… Primeiro que não é aceito — e os poucos lugares que aceitam não é tão fácil, custa caro, porque eles cobram a transação…”, disse.

O post Samy Dana diz que preço do bitcoin é em dólar e ignora recorde em real apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Você pode gostar...