Livecoins

Na surdina, Tether altera termos sobre reservas em dólares americanos

A empresa por trás da maior stablecoin do mercado das criptomoedas, a Tether, alterou recentemente a sua afirmação que esclarecia que cada um dos seus tokens USDT estava assegurado por um dólar americano nas reservas da empresa.

A alteração foi percebida por um usuário do Reddit, que rapidamente alertou outros através da rede social. Agora, a empresa afirma que cada USDT está assegurado pelas suas reservas, mas que estas podem incluir “equivalentes de caixa” e “outros ativos” de empréstimos feitos a terceiros.

O site da empresa diz:

“Cada tether é sempre 100% respaldado por nossas reservas, que incluem moeda tradicional e equivalentes de caixa e, de tempos em tempos, podem incluir outros ativos e recebíveis de empréstimos feitos pela Tether a terceiros, que podem incluir entidades afiliadas (coletivamente, “reservas”). ”). Cada tether é também indexado ao dólar 1-para-1, então 1 USD ₮ é sempre avaliado pela Tether a 1 USD.”

Na rede social viários usuários reprovaram a alteração ter sido feita discretamente, sem qualquer comunicado oficial. Alguns especularam que isto poderá significar que a empresa vai agora incluir criptomoedas nas suas reservas, enquanto outros apontaram os perigos de manter USDT na carteira.

Vários críticos acreditam que a Tether não tem os 2 bilhões de dólares necessários para cobrir todos os USDT em circulação, o que fez com que vários usuários passassem a desconfiar da empresa e da Bitfinex, já que ambas compartilham a gestão.

O assunto foi tão discutido que várias análises foram feitas. Analistas do Radar BTC afirmaram no ano passado que a “criptomoeda estável” não tem realmente as reservas que necessita, de acordo com pesquisa por si realizada. A Bloomberg, no entanto, afirmou ter visto documentos que indicam que a empresa tem os bilhões que afirma ter.

Em um comunicado enviado ao The Block, um representante da Bitfinex esclareceu que a alteração foi feita de forma discreta e que a alteração tinha sido feita há algumas semanas, de modo a “refletir o crescimento e as operações da Tether e ser consistente com os tipos de divulgação feito por outras instituições.”

Segundo o porta-voz, a alteração foi comunicada aos usuários que entravam no seu site através uma página que precisava de consentimento dos mesmos. Este acrescentou que:

“Os Tethers permanecem estáveis e 100% garantidos, de modo que as reservas do Tether sempre igualam ou excedem o número de Tethers emitidos.”

Alguns analistas acreditam que a alteração possa ter sido feita devido a uma investigação sobre a empresa por parte do Departamento de Justiça dos EUA e a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities.

Saiba mais em Na surdina, Tether altera termos sobre reservas em dólares americanos